sábado, 28 de agosto de 2010

A BOA VISTA DA RUA DA BOA VISTA

Varanda traseira do Frontão São Paulo, de onde se via o vale do rio Tamanduateí em 1922.

Hoje, folheando revistas antigas, dei de cara com uma fotografia interessante num exemplar da Revista da Semana de 30 de setembro de 1922. A revista era carioca, e mostrava sempre praticamente somente artigos sobre a cidade do Rio de Janeiro. Vez em quando, outras cidades. Aqui, no caso, uma página sobre o "Frontão Boa Vista", em São Paulo.

Mas onde ficava isso? Supus que, pelo nome, estaria na rua da Boa Vista, que, segundo sempre li, teria esse nome por ter uma... boa vista de um de seus lados, que dava para o vale do Tamanduateí. Dava, nã, ainda dá, porém, com a quantidade de edifícios altos ali construídos e na sua traseira na rua 25 de Março, a "boa vista" foi se perdendo.

Mandei a fotografia escaneada (a foto é mostrada acima) para meu filho Alexandre e meu amigo Douglas, perguntando se alguém saberia algo e se achavam que era na rua da Boa Vista mesmo. O segundo me respondeu que podia ser, pois ele achava ter visto a Casa das Retortas do Gasômetro ao fundo. O primeiro me mandou um link da internet ("Almanack Paulistano") que mostra exatamente o local, dando nome a um galpão atrás do prédio do jornal A Fanfulla. Esse local hoje tem um prédio do Jockey Clube e fica na esquina da rua da Boa Vista com a ladeira Porto Geral.

Esse galpão tinha essa espécie de varanda, vista na foto acima, em sua parte traseira, onde havia mesas e iluminação externa. Ali era também a sede de uma equipe de "pelota basca", jogo trazido por espanhóis e que dava margem a apostas. Por isso, na reportagem da revista, se falava em "pelotários", que, em outra foto que não coloquei, posavam em equipe com vários integrantes e seu equipamento de jogo.

É muito interessante descobrir-se coisas sobre a São Paulo antiga, que já desapareceram há muito tempo. Não é a primeira vez. Há vários exemplos de fotografias de locais que não consigo identificar. Às vezes até acabo achando, mas em muitas vezes, de forma acidental.

5 comentários:

  1. Olá, Ralph! Pesquiso sobre a Cidade de Cruz Alta, e fuçando na internet, achei uma matéria sobre as estações ferroviárias, onde havia algumas fotos de Cruz Alta. Uma, em especial, nunca havia visto. (Retiradas da Revista Eu Sei Tudo 1929)
    Será que o senhor poderia me prestar um favor impagável de enviá-las para mim?
    Meu blog resgata fotos e qualquer coisa que trata-se da Cruz Alta, se tiver interesse em me ajudar, meu e-mail é: l.h.madeira@hotmail.com e meu blog: www.cruzaltino.blogspot.com.

    Ficaria muito grato se pudesse socorrer essa alma aflita!!!
    Obrigado

    ResponderExcluir
  2. Muito legal. Sem dúvida, foto tirada da r. Boa Vista. Faz uns 15 dias eu passava ali, e um casal que olhava o Parque D. Pedro da ponte sobre a General Carneiro, se voltou rapidamente para um rapaz que estava em um furgão, e perguntou: ali é o vale do Anhangabau. E não é que o rapaz disse que sim, que era!? Mas claro que me voltei imediatamente e esclareci a desinformação. O casal era de Curitiba, e o varão, apesar de ter morado anos em São Paulo, confundia Anhangabau com Pq. D. Pedro. Aliás, para mim, esses dois logradouros são "a mais completa tradução" de São Paulo. Valeu!

    ResponderExcluir
  3. ACHO QUE ESSE ACERVO DE IMAGENS ANTIGAS QUE VOCE POSSUI NAO DEVE SER DESPERDIÇADO. NA DUVIDA, INSIRA A IMAGEM E PEÇA AOS SEUS SEGUIDORES E EVENTUAIS LEITORES QUE TENTEM DESCOBRIR O LOCAL CORRESPONDENTE À MESMA. A IDENTIFICAÇÃO, ACREDITO EU, SE TORNARIA UM INTERESSANTE JOGUINHO DE "QUEBRA-CABEÇAS" PARA O PESSOAL.

    ResponderExcluir
  4. "Fontão" é outro nome para o jogo de "pelota basca". Em Campinas parte do atual bairro do Cambuí chamou-se "bairro do frontão" devido ao campo desse jogo ali existente, pertencente à colônia espanhola - o nome aparece em planta de 1916.
    Fico imaginando que o jogo seja semelhante ao atual squash, no sentido de depender de um paredão, ou "frontão", mas aí é imaginação minha.
    pedrorossetto@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. "Fontão" é outro nome para o jogo de "pelota basca". Em Campinas parte do atual bairro do Cambuí chamou-se "bairro do frontão" devido ao campo desse jogo ali existente, pertencente à colônia espanhola - o nome aparece em planta de 1916.
    Fico imaginando que o jogo seja semelhante ao atual squash, no sentido de depender de um paredão, ou "frontão", mas aí é imaginação minha.

    ResponderExcluir