quinta-feira, 15 de novembro de 2012

ESTAÇÃO DE JACAREZINHO, PR



No universo de estações ferroviárias brasileiras, a participação das abandonadas e depredadas não é pequena. Em Jacarezinho, norte do Paraná, a estação foi inaugurada com a chegada da linha vinda de Jaguariaíva no ano de 1930. Somente em 1937 deixou de ser ponta de linha, com a ligação, prometida, havia vinte anos, de encontrar a estação da Sorocabana paulista em Ourinhos.

A intenção era fazer as mercadorias que vinham da Alta Sorocabana ter alguma chence de escoar pelo porto paranaense de Paranaguá, em vez de seguirem para Santos. Era certo também, que, mesmo sem ainda existir a ligação Jacarezinho-Ourinhos por via férrea antes de 1937, cargas daquela região preferiam atravessar o rio Paranapanema por via terrestre nas péssimas estradas de então para encontrar alguma estação da Sorocabana do que seguir até o porto paranaense, bastante menor do que Santos.

De qualquer forma, a estação se prestava também para que passageiros tivessem facilidade para ir poara a capital - Curitiba - e até para as praias parananeses e catarinenses. Até para São Paulo, pois seguir via Ourinhos, depois da ligação feita, e dali para São Paulo era bem mais conveniente com uma linha férrea.

A estação atendeu passageiros por exatos quarenta e nove anos. Em 1979, os trens de passageiros que faziam o percurso Ourinho-Curitiba foram desativados pela Rede de Viação Paraná-Santa Catarina, a esta altura já uma reles divisão da RFFSA. O que aconteceu? A estação caiu no abandono, do quel não se recuperou até hoje.

Notem que ela já foi "restaurada" pelo menos uma vez, voltando a cair na ruína. Responsáveis que se apresentem. Eu não conheço a cidade, jamais tive a oportunidade de visitá-la, apesar de já ter estado em Ourinhos e em Jaguariaíva por algumas vezes. Ainda chego lá.

Infelizmente, as notícias e fotografias de lá que meus colaboradores mandam nunca são boas. Estas fotografias chegaram-me hoje, enviadas pelo Daniel Gentili, que costuma ir lá algumas vezes, apesar de morar em Lins, no interior paulista. Mostram o horror que a estação se tornou, na verdade, uma situação que já dura anos. Os trilhos estão lá ainda. Trens não passam, a ALL já desistiu de operar a linha desde o ano de 2001.

Nenhum comentário:

Postar um comentário