sábado, 10 de novembro de 2012

A ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE PEDRO CARLOS, 50 ANOS DE ABANDONO


Das cidades e povoados que já visitei, Pedro Carlos é um dos mais pobres. A pobreza ali em volta é de assustar. Bastante próximo (alguns metros) da estrada principal (que liga Valença a Santa Isabel do rio Preto), o lugarejo se formou em volta de uma estação ferroviária construída em 1885 e que existe ali até hoje. Está no município de Valença, no Estado do Rio.

A ferrovia que por ali passou foi inicialmente privada, chamando-se E. F. Santa Isabel do Rio Preto, construída por fazendeiros locais e que ligava a cidade de Santa Rita de Jacutinga, já em Minas Gerais e que é alcançada atravessando-se o rio Preto. Chegava até a cidade de Barra do Piraí. Em 1889, foi comprada pela Viação Férrea do Sapucaí. Vinte anos depois, passou para a Rede Sul-Mineira, já estatal. Esta caiu nas mãos da Rede Mineira de Viação em 1931.

A linha, ali desativada setenta e seis anos (1961) depois de ter sido aberta, virou esse leito de estrada hoje asfaltado e mais nada. Não há nada bonito para se forografar, a não ser a própria estação, em estado lamentável, mas em pé, e também, a uns 800 metros dali e na saída para Santa Isabel, uma ponte de pedras que também um dia sustentou os trilhos da ferrovia e que milagrosamente segue inteira, deixando mais bonito o leito da estrada.

O que foi interessante ali, além de ver a arruinada estação (apesar disso e de estar semi-escondida por tantas construções praticamente encostadas a ela), foi encontrar um sujeito com um burrico que carregava dois latões de leite, cena rara hoje em dia.

Neste artigo, as fotografias são todas de minha autoria, em 29 de setembro último.

Nenhum comentário:

Postar um comentário