segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

SÃO PAULO SE AFOGA

A cidade de São Paulo realmente não aguenta mais. Mesmo assim, o prefeito não vê e muito menos as construtoras: continua se liberando a construção de prédios e mais prédios na cidade.

Hoje, mais uma chuva daquelas na cidade alagou diversos bairros. Meu filho estava vindo da Lapa de Baixo para a Bela Vista no final da tarde, e, parado na maior parte do tempo dentro de seu carro, sem nada o que fazer, digita seu celular e emite twiters quase que desesperados. Seguem os twits:

18h35 Estou saindo da Lapa. Não consegui nem entrar na Ermano Marchetti. Bobeei: era para ter ido por trás.

Cotovelo da Rua Emilio Goeldi totalmente alagado. Na alternativa, Rua do Curtume, caminhão manobrando ocupa toda a rua.

O último quarteirão da Emilio Goeldi antes da Ermano Marchetti está alagado, mas (ainda) dá para passar Passei lá agora.

19h01 A Marquês de São Vicente começou a andar depois da Nicolas Boer.

A esquina da Avenida Norma Giannotti com a Rua Anhanguera, que alaga com qualquer chuvinha, está normal.

A Rio Branco está travada no sentido Centro desde o Viaduto Orlando Mugel. Saí pela Eduardo Prado e peguei a Barão de Limeira. Bom negócio.

Vamos ver como está a Praça da República. Imagino que esteja um inferno.

Desisti da Praça da República: está entupida até o Largo do Arouche e Praça Julio de Mesquita.

Esquina das alamedas Nothmann e Barão de Campinas tem um grande alagamento, mas uma das faixas ainda não submergiu.

São 19:30 agora. Pode ser que ele ainda poste mais deles. Mas quem conhece a cidade sabe que a situação não é boa, só lendo essas mensagens.

O parágrafo anterior foi a última postagem dele, pelo menos na hora que fechei esta minha postagem aqui. Fora isso, sei pelas notícias que a Zona Leste e a Zona Sul têm enormes pontos de alagamento. E certamente mais diversos lugares. Está mesmo na hora de tomar vergonha na cara, parar e tentar a partir do que existe hoje consertar o que for possível. Alguém competente e corajoso se habilita para peitar os interesses excusos?

2 comentários:

  1. Ola Ralph

    Infelizmente é isto mesmo mas acho
    que mais afogaram S.Paulo do que se
    "se afoga" como você disse...e isto
    por inúmeras razões muitas delas ja
    mencionadas em suas postagens...construções
    demais, avenidas demais, "sumiço" dos
    córregos, emtupimento de bueiros e por
    ai vai....não vai existir prefeito algum
    que tenha a solução deste problema, ou seja
    gente demais....por isto sai de S.Paulo
    em 1984....não podia fazer nada..

    Daniel Gentili

    ResponderExcluir