segunda-feira, 2 de setembro de 2013

DELFIM MOREIRA, MINAS GERAIS


Hoje recebi por e-mail algumas fotografias do acervo do Sr. Francisco, mineiro de Delfim Moreira, MG, cidade próxima a Lorena e Piquete, alcançada a partir da via Dutra passando por estas duas últimas cidades e subindo e descendo a Serra da Mantiqueira.

Já estive lá algumas vezes. Muito simpática a cidade, embora com pouquíssima infra-estrutura para uma estadia.

Francisco escreveu: "Boa tarde Ralph. Estou lhe encaminhando algumas fotos antigas da cidade de Delfim Moreira - MG. As fotos são do fim da década de 1950 e início da década de 60. Existem 2 fotos que mostram como era a disposição dos trilhos na chegada a estação, inclusive uma mostrando a operação de manobra de retorno da composição para Itajubá (onde a locomotiva chegava de frente) pela linha externa da estação, adentrava o virador, que ficava onde hoje fica a Escola Estadual Marquês de Sapucaí, saía pela linha interna até o desvio que ficava a cerca de 200 metros à frente da estação (visto em uma das fotos) e retornava de ré para acoplar-se novamente à composição.

As demais fotos são de casarões, pequenos comércios, da antiga igreja matriz e de uma festa na praça. Minha família é da cidade e tenho centenas de fotos atuais do ramal de Delfim Moreira, obras de arte como dos pontilhões para a sequência da ferrovia no sentido de Piquete (nota: a ferrovia nunca foi ligada para Piquete, embora fosse esta a intenção), do pontilhão da Cachoeirinha, do túnel do Barreirinho, inclusive com as modificações sofridas no leito original, com a construção de um pequena hidrelétrica na região da Cachoeirinha, posso lhe enviar caso lhe interesse. Parabéns pelo excelente trabalho de documentação e um forte abraço!"

Gentis palavras. Ele enviou seis fotografias, onde em uma delas aparece o trem manobrando em frente à estação e em outra, o desvio que ele cita acima.

Nas outras fotografias, cenas cotidianas de uma cidade que parou no tempo.

Eu me lembro das ruínas da fábrica da CICA (lá dava muito marmelo), mantando ainda na suas paredes sem telhado o elefantinho-símbolo da empresa, aquele que existia antes que colocassem como novo logotipo o elefante do Maurício de Souza, o Jotalhão.

Será que as ruínas ainda estão lá? E a plaquinha do elefante?

2 comentários:

  1. muito legal essas fotos de Delfim Moreira, terra dos meus pais, minha mae trabalhou muito tempo na CICA...tanto com os doces de marmelo, ervilhas e coisas do gênero...muito orgulho dessa terra MG...

    ResponderExcluir
  2. muito legal essas fotos de Delfim Moreira, terra dos meus pais, minha mae trabalhou muito tempo na CICA...tanto com os doces de marmelo, ervilhas e coisas do gênero...muito orgulho dessa terra MG...

    ResponderExcluir