sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

PRIMÓRDIOS DO JARDIM EUROPA

Mapa do Jardim Europa - 1922
Com o sucesso da Companhia City no lançamento do Jardim América em 1912, um empreendedor português resolveu adquirir também uma gleba de terra entre o limite do tal empreendimento alguns anos depois e lançar o seu jardim também, que ele denominou Jardim Europa.

Assim como as ruas do Jardim América possuíam nomes de países da América, as do Europa viriam a ter os nomes de países europeus. A última rua do primeiro Jardim era a rua Groenlândia, que na verdade era parte da Estrada da Boiada, que vinha da Lapa, passava por Pinheiros e seguia para o matadouro da Vila Mariana. Não se sabe se o nome foi dado porque a Groenlândia é o limite norte da América, mas o nome dessa rua "casou" com as ruas do Jardim Europa, que viriam a seguir - afinal a "terra verde" gelada não está na divisa dos dois continentes, por assim dizer?

Os nomes das ruas do novo Jardim são as mesmas até hoje, com pequenas modificações. O mapa postado no topo deste artigo é de 1922. À esquerda dele, a rua Rússia e um córrego. No final dos anos 1950, isso se modificou: a continuação da avenida Nove de Julho após a rua Grienlândia acabou por açambarcar o leito da rua Rússia até o ponto em que esta dobrava à direita para chegar à praça da Liberdade (acima, no mapa) e essa curva à direita foi a única parte da velha rua que manteve seu nome após isso. O córrego é o córrego da Várzea, que nascia próximo ao túnel da Nove de Julho e acomapnhava o futuro leito dessa avenida até, depois de passar pela avenida Cidade Jardim e rua Artur Ramos, desaguava em frente a esta última no tio Pinheiros. Hoje é apenas uma galeria de águas pluviais invisível.

A rua Augusta citada no mapa é, na verdade, a rua Colômbia, sua continuação. Elas trocavam de nome na rua Estados Unidos. Da rua Groenlândia para a frente, chamar-se-ia avenida Europa. Os dois grande lotes nesta esquina teriam sido originalmente jardins públicos? Se o foram, foram-no por muito pouco tempo. O fato é que o da esquerda, no mapa, virou mais tarde o casarão de Horácio Lafer, que depois foi por muito tempo a "Casa da Manchete", de Adolfo Bloch. Hoje, não sei o que é. À direita, também se construiu depois. Em 1922, quando o Jardim Europa estava sendo lançado, a chegada dos aviadores Gago Coutinho e Sacadura Cabral encantou o empresário português, que deu-lhes de presente em uma grande festa realizada ali mesmo, esse grande lote de terreno.

O Bosque São Paulo, que pode ser visto à direita na rua Suíça, também desapareceu. A Praça da Liberdade, onde a avenida Europa acaba, ainda existe, mas não tem mais esse nome. Ali começa a avenida Cidade Jardim, que só apareceu por volta de 1927 para levar à primeira e desaparecida ponte do mesmo nome sobre o rio Pinheiros.

5 comentários:

  1. A praça da Liberdade hoje é a do Vaticano. Ali começava a linha de bondes para a Cidade Jardim inaugurada em 1927, conforme anúncio do Estadão:
    http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19271120-17777-nac-0003-999-3-not

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade a linha 51-Cidade Jardim começava na Praça do Correio e foi extinta em 20.08.1940 para a retificação do rio Pinheiros. A linha 45 - Rua Augusto foi inaugurada em 1910 e, inicialmente, ia só até a avenida Paulista. Com a inauguração do Jardim América ela foi prolongada até a avenida Brasil e com a inauguração do Jardim Europa ela continuou pela avenida Europa e, só em 1935, teve seu nome alterado para 45-Jardim Europa. Foi extinta em 24.01.52 porque, no dia seguinte, foi inaugurada a linha de trólebus Jardim Europa.

      Excluir
    2. Um anúncio do lançamento do bairro:
      http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19271016-17747-nac-0007-999-7-not

      Excluir
    3. Em 23.10.1927 já era preparado o lançamento da Cidade Jardim:
      http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19271023-17753-nac-0003-999-3-not

      Excluir
  2. A linha de trólebus Jardim Europa tinha o número 51 (da linha de bondes Cidade Jardim). Veja no anúncio, publicado no Estadão no dia da inauguração, um mapa com o itinerário. A rua João Augusto, onde ficava o ponto final, é a atual Dr.Mário Ferraz:
    http://acervo.estadao.com.br/pagina/#!/19520125-23528-nac-0009-999-9-not

    ResponderExcluir