sábado, 3 de abril de 2010

SÃO JOSÉ DE MIPIBU

Restos da estação de Cajupiranga, na linha Natal - Nova Cruz, no Rio Grande do Norte. Foto Francisco Ricardo de Souza Jr.

São José do Mipibu, ou de Mitibu, não sei o nome correto, é uma cidade do Rio Grande do Norte da qual eu jamais havia ouvido falar até hoje de manhã. Recebi pouco antes um e-mail de um frequentador do site Estações Ferroviárias do Brasil, que me mandou uma fotografia da estação (já demolida) do bairro de Cajupiranga, ali perto. Fui colocar na página, que ainda não existia — e a página seguinte seria a de São José.

Como Cajupiranga, eu nada tinha sobre a cidade de São José do Mipibu, que, no índice de estações potiguares, estava como Mitibu. Escrevi errado? Fui checar no Google para ver se encontrava alguma informação sobre a sua estação. Aproveitei e chequei São José do Mitibu, também. Havia informações em ambos os nomes(nada sobre a estação), e eram a mesma cidade.

História, pouca. O que achei começa no século 16 e avança rapidamente até o século 20, mas nada fala da ferrovia, que chegou lá em 1881, vinda de Natal para a fronteira com a Paraíba, na cidade de Nova Cruz. Alguns comentam que a cidade era bastante próspera, tendo possuído engenhos de açúcar, dos quais somente um ainda trabalha. O resto fechou e hoje são ruínas ou as casas têm outros usos. Com isso, a cidade decaiu — e olhe que já faz tempo — e teve uma recuperação na época da Segunda Guerra Mundial, com a chegada de soldados americanos e de gente que veio para trabalhar para eles e se estabeleceu na cidade, além da de Parnamirim e de Natal. Só que com a saída deles, todos se mudaram para as outras duas ou voltaram para sua terra natal.

Alguns ainda falam que a arquitetura característica da cidade nessa época praticamente acabou: as casas foram demolidas ou reformadas para se parecerem com a arquitetura americana. Será mesmo? Afinal, nessa época isso começou a ocorrer em praticamente todo o Brasil e soldados americanos só se instalaram no Rio Grande do Norte mesmo.

Disseram ainda que a cidade atingiu o máximo de sua decadência com a desativação da ferrovia. Considerando que a ferrovia foi desativada nos anos 1990, mas a cidade já estava decadente, há aqui provavelmente um exagero das pessoas. O fato foi que o trem da CBTU que hoje faz o percurso de Natal a Parnamirim não chegou a São José de Mipibu. Deve ter sido grande mesmo o estrago causado pelo fechamento da ferrovia, pois eles nada falam da sua abertura na cidade em 1881 e do seu fechamento em 1990 e alguma coisa. Se bem que esse fechamento foi de trens cargueiros — trens de passageiros não passavam por ali desde por volta de 1980, mesmo. Depois, nem a CBTU quis.

Li ainda sobre alguns políticos que querem que a CBTU prolongue sua linha até a cidade — não é muito, são 40 quilômetros. Porém, com economia fraca e pouca gente na cidade, o prejuízo seria forte para a operadora. Também verifiquei que havia um concurso público para a Prefeitura na cidade. Os salários não passavam de 500 reais, sendo que os mais baixos estavam na faixa de 350 reais. Não entendo isso — o salário mínimo está na faixa de 480 reais; como pode a Prefeitura oferecer menos ainda?

Com esses salários, não há mesmo como viver. Se São José do Mipibu (ou Mitibu) fosse a única cidade do Brasil nessas condições, mas, infelizmente, não é. Há muitas mais.

E eu continuei sem nenhuma informação que possa incluir na página da cidade em meu site de estações. Com salários desses, sem história recente, sem economia, sem ferrovia, com população baixa, parece que, realmente, a cidade vai ter muito o que fazer para um dia se recuperar. E eu para conhecê-la, visto que estou a mais de 3 mil quilômetros de distância dela.

10 comentários:

  1. O nome correto é mesmo São José DE Mipibu.

    ResponderExcluir
  2. E eu, depois de postar, descobri num blog que da estação só restam ruínas. Por isso ninguém fala nela...

    ResponderExcluir
  3. E o salário mínimo é R$510, mas em São José de Mipibu esse é o salário 'máximo'!

    ResponderExcluir
  4. 510 é em São Paulo, no Brasil (o federal) é menos... sei lá, estou já confuso com esses números tão altos...

    ResponderExcluir
  5. oi moro em 'São José de Mipibu' e lamento concordar que a cidade, que teve tudo para ser uma das mais prósperas do RN, inclusive sendo cogitada num dado período da história a ser a capital potiguar, é bem parecida com o que você descreveu no seu blog. Um veredaor luta há anos para que o trem urbano volte a passar pela cidade, que já está com os triljos quase que completamente soterrados. Mas parece não haver interesse da classe política local e a população parece estar alheia ao assunto.
    Eu sou Cláudio Oliveira, mipibuense, estudante de jornalismo
    Se quiser conhecer os principais fatos sobre a cidade visite o blog que escrevo: www.informativomipibu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Claudio, é sempre uma temeridade falar de uma cidade numa região tão distante para mim e que nunca visitei. Vi o seu blog. A cidade parece bem cuidadinha e bastante calma - comparado com São Pulo, um paraíso! A gente geralmente é feliz e não sabe. Abraços

    ResponderExcluir
  7. Corrigindo o final do meu comentário acima: A cidade parece bem cuidadinha e bastante calma - comparado com São Paulo, Mipibu é um paraíso! A gente geralmente é feliz e não sabe. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Primeiramente foi um prazer encontrar alguém interessado na história de Mipibu. É verdade, Sr. Giesbrecht, uma típica cidade de interior, 'paraíso' comparado a São Paulo (que nunca visitei, mas imagino que seja assim). Mas de que adianta ter um paraíso se não é possível viver bem nele? È arrumadinha sim, mas não dá pra viver só da beleza do Centro da cidade. Mas se Deus quiser isso muda um dia, eu espero. Contribuo da minha forma, na profissão que escolhi. Olha, publiquei trechos dessa sua postagem no meu blog como forma de alertar e chamar a atenção dos mipibuenses. Não se preocupe, não soou como ofensa à nossa terra. Espero que não se incomode, mas seu texto chamou a atenção de muitos que desejam que a cidade melhore principalmente no resgate histórico. Se um dia visitar São José terei o maior prazer em mostrar-lhe a história esquecida da cidade. Um pouco disso pode ser visto no blog www.pelastrilhasdahistoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Claudio, somente ficou faltando um detalhe: eu continuo, no meu site de estações, sem nenhuma foto da estação que,s egundo li, está em ruínas. Ninguém por aí teria uma foto antiga ou mesmo atual dela? Obrigado!

    ResponderExcluir
  10. bem, eu vou procurar algo e assim que conseguir envio para o senhor. Não garanto ser logo, mas provavelmente no próximo fim de semana providenciarei isso. É que trabalho e estudo em Natal e, por isso, saio muito cedo cedo e chego muito tarde em São José, me restando tempo apenas no fim de semana.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir